Carregando...

Carregando...

Reportagens
Compartilhe:

 

Festa para Gêmeos... Trigêmeos... E agora? Como fazer?



Mães à obra! O aniversário é para gêmeos! Todo mundo sabe que organizar uma festa de aniversário para uma criança não é fácil. A dedicação no preparo da festa é recompensado pelo sorriso de satisfação do pequenino ou pequenina ao entrar no ambiente todo especialmente decorado.
Quando a festa é dupla, ou tripla, o trabalho se multiplica. O melhor a fazer é contratar a ajuda de profissionais qualificados e que possam ajudar a organizar tudo tintim por tintim.
Hoje há profissionais dedicados a cuidar de todas as etapas da festinha, do começo ao fim para que aniversariantes, pais e convidados apenas se divirtam, e muito, no dia do ‘Parabéns a você’.


Dicas de temas para meninas gêmeas, meninos gêmeos e casais de gêmeos
Meninas: princesas, jardim encantado, Mônica e Magali, fadas, ursinhos e outros personagens meigos e que fazem a alegria das mocinhas.
Meninos: super-heróis, fazendinha, times de futebol, carrinhos e motocas, esportes radicais, e outras coisas para a molecada se divertir.
Casais de gêmeos: Mickey e Minie, Peter Pan e Sininho, Superman e Mulher Maravilha, Mônica e Cebolinha, a Galinha Pintadinha e outros que divertem os dois em conjunto.
Gêmeos, mas nem tão iguais. Como definir o tema se os irmãos têm ideias diferentes
Um dos maiores desafios dos irmãos gêmeos é buscar sua própria individualidade. Na mitologia grega, os gêmeos Castor e Polux, filhos de Zeus, eram inseparáveis. Participaram juntos de múltiplas façanhas, e quando Castor foi morto em uma disputa, seu irmão ficou desconsolado. Em resposta a suas preces, Zeus os reuniu e os permitiu estarem sempre juntos na constelação de Gêmeos.
Nos aniversários, também se aconselha a preparar dois bolos, com mesas e decorações diferentes, se assim for a vontade deles, cantar "feliz aniversário" duas vezes e dar dois presentes diferentes. Também convém alertar a família e os amigos para que procedam da mesma forma. Não há nada mais frustrante para os gêmeos que ter de compartilhar o presente de aniversário.
Um dos conselhos dos especialistas é que cada criança disponha de sua própria roupa e que não estejam sempre vestidos do mesmo modo, em especial, no dia da festinha. Está claro que muitos pais não resistem à tentação de vestir a seus gêmeos de maneira similar. Talvez isso não seja prejudicial quando são pequenos, porém, com o tempo, contribui para que muitas pessoas que os rodeiam não possam diferenciá-los.
Outro fato para levar-se em conta é chamar a cada criança pelo seu nome, e não referir-se a eles como os gêmeos. ‘Festa da Sofia e do Ariel’, e não ‘dos gêmeos’

 

Mães de gêmeos dividem suas experiências em preparar uma festa
Valéria, mãe dos gêmeos Maria Giulia e João Vitor, de 6 anos
Ela conta que a festa deles sempre acontece junta, desde o primeiro ano de idade. Temas como Disney, Cocoricó, Turma da Mônica, Backyardigans já passaram pelo repertório de festinhas da família. No último aniversário realizado, João Vitor foi o príncipe da Maria Giulia, a ‘pequena sereia’. “Foi a coisa mais linda do mundo”, relembra a mamãe. “Sempre utilizei temas neutros, sem abusar muito”, confessa sorridente.
Para Valéria o amor nutrido entre os irmãozinhos é encantador. “Eles sempre chegam a um consenso. Porém, devo lhe confessar que a Maria Giulia tem o "poder" do convencimento e sempre acaba convencendo o irmão que o tema é legal para eles”, comenta.
Para esta mãe, o principal desafio de organizar uma festinha é arrumar tempo para estar à frente de todos os detalhes que envolvem a decoração da festa, docinhos personalizados, show de teatro ou mágico, balões, além do buffet. A recompensa de tanto trabalho é ver as pessoas na festa deles e poder compartilhar cada minuto com os familiares e seus amigos. “A alegria das crianças contagia a nossa alma”, ressalta a mamãe.
“A experiência de vida com tudo que vivemos até hoje é um universo. Posso dizer que, por mais difícil que aparente ser a situação, sempre conseguimos tirar o melhor. Basta olhar para o rostinho lindo deles e perceber que tudo vale a pena e assim, teremos forças para caminhar. Sempre é importante ouvir as crianças que, apesar de gêmeos, tem temperamento, gostos, personalidades, gênios diferentes e, cada um sempre dará uma opinião diferente. Essa é um pouquinho da minha historia com meus filhos gêmeos”, complementa Valéria.

Daniela: mãe das gêmeas Larissa e Melissa, de 1 ano e 6 meses
A primeira festinha das meninas teve como tema a personagem Minie. Daniela conta que seguiu o conselho da fotógrafa Patrícia Freire na escolha de um tema colorido e que não ficasse desatualizado após alguns anos. “Então resolvi escolher a Minie. Fiz um vestido de bolinha para elas e só faltou mesmo a tiara que elas não se adaptaram”, relembra a mamãe.

Daniela conta que enfrentou várias dificuldades. “Temos que pensar que daqui há alguns anos terei que agradar as duas e tenho que escolher algo que seja comum. No meu caso foi a escolha do Buffet, pois nem todos oferecem monitores aptos a atender crianças e, principalmente disponibilizam dois monitores para elas (um para cada). Mas tudo correu perfeitamente bem e elas por terem um ano apenas, se divertiram muito.

Para as meninas, tudo era novidade no Buffet escolhido. Os brinquedos e toda a atenção que era voltada a elas. “Adulto sempre acha que criança não aproveita. Mito. Elas curtem demais, vale a pena”, aconselha a mãe.

Daniela deixa uma dica importante para todas as mamães: aproveite cada minuto e encare a vida com muita naturalidade. Deus não dá o fardo maior do que podemos carregar. Não vamos dizer que ser mãe de gêmeos seja fácil. O difícil mesmo e agradar os dois ao mesmo tempo, mas também é felicidade em dobro, e trabalho também.”



E quando são trigêmeos? Nada de pânico! A festa é pura diversão
Ana Lídia Amoras, mãe dos trigêmeos Luísa, Mariana e Edmond conta que todos os aniversários das crianças, hoje com cinco anos, foram feitos em conjunto. “No aniversário de um ano o tema foi circo. No último, os super-heróis”, recorda-se.
Desde pequenas as crianças de Ana Lídia foram acostumadas a compartilhar tudo de forma muito natural e isso acontece com muita facilidade entre a família. “Na festa de 1 aninho a escolha foi minha e, conforme eles crescem, os reúno e coloco as opções. Eles sempre conseguiram, até o momento, escolher um tema que agrada a todos”, conta a mãe num exemplo de democracia e amor!
A organização das festinhas são sempre pautadas na alegria e, para não ter dificuldades, Ana Lídia programa tudo com antecedência e sem complicação. “Mãe de trigêmeos e prática, somos conduzidas pela simplicidade”, dá a dica.
O resultado é toda a turminha brincando muito com os amigos e, as meninas, curtindo os mimos do camarim e os álbuns de aniversário são sempre em conjunto. “A minha experiência com trigêmeos é maravilhosa porque prezo pela simplicidade”, finaliza a mamãe.
Festas iguais, mesas diferentes para os trigêmeos
Os trigêmeos de Luciana Amorim estão com quatro anos e completam nova idade em maio. São duas meninas, Lara e Sofia, e um garotinho, o Lucas. “As festas que já fiz para eles foram em conjunto porque os amigos são os mesmos, com temas que vão bem para os meninos e meninas: Circo, Turma do Mickey e Minie, Turma do Cocoricó e Madagastar.
Por enquanto foi a mamãe que escolheu os temas observando o interesse das crianças no momento. “Ainda não tive dificuldades na preparação das festinhas, mas acredito que neste ano vou encontrar, pois as crianças estão divergindo em seus interesses, principalmente entre o menino e as meninas”, destaca a mamãe. “Sei que vou ter que preparar uma mesa para o menino e outra para as meninas”, completa Luciana.
O dia do aniversário é um momento muito esperado pelos três. Eles ficam muito felizes em suas festas, participam da preparação, curtem cada momento, e não se importam em
dividir a festa com os irmãos, principalmente porque eles têm amigos que são gêmeos e trigêmeos. A mãe observa ainda que hoje em dia é muito comum a divisão de festa entre os irmãos, ainda que não sejam gêmeos ou compartilhem os mesmos amigos.
Luciana se dedica a fazer álbuns de fotografias separados para cada um já que eles adoram revê-los e apresentá-los a todos. “Quando crescerem, cada um poderá levar consigo
o seu álbum”, prevê.
“O que posso passar para outras mães com filhos gemelares é, nos primeiros anos, aproveitem os temas de festas comuns, facilita muito a preparação. A criança cresce e logo vai querer escolher o tema da sua preferência”, deixa a dica.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Redes Sociais

 
 

 

Rua Riachuelo,460. cjto 106

Centro - Sorocaba / SP

Cep 18053-515
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
contato@revistacriancafestas.com.br
Fone: (15) 3411.7560 / 3418.1105 / 3011.7560


Revista publicada pela Inove

© 2012 • Todos os direitos reservados. • Revista Criança Festas